HBSC recebe gás natural diretamente de rede subterrânea

HBSC recebe gás natural diretamente de rede subterrânea

HBSC recebe gás natural diretamente de rede subterrânea 12Agosto
Técnicos da Sulgás, colaboradores e direção do HBSC no ato de abertura da rede de gás natural.

Foto por Comunicação HBSC

Na quarta-feira, 12/8, a rede subterrânea de gás natural da Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul (Sulgás) foi ligada ao Hospital Beneficente São Carlos, substituindo o atual GLT pelo gás natural, o que gera diversos benefícios à instituição e sobretudo, ao meio ambiente, pois o gás natural, por sua composição, apresenta o que se chama de combustão completa, com baixíssima emissão de poluentes e de dióxido de carbono (CO2) - principal causador do efeito estufa.

Foram implantados, pela estatal gaúcha, aproximadamente 700 metros de gás natural que será fornecido ao hospital para ser utilizado nos fogões, na calefação e na lavanderia. “Uma das grandes vantagens do gás natural é a praticidade do fornecimento contínuo, que garante a entrega de forma ininterrupta, sem a necessidade de reabastecimento de centrais de gás, por exemplo, o que também auxilia no distanciamento social necessário neste momento”, explica o diretor-presidente da Sulgás, Carlos Camargo de Colón.

Importante ressaltar que a instalação desta rede da Sulgás não representou custo algum ao hospital, que apenas arcará com a despesa sobre o efetivo consumo de gás. “Além da economia que esta boa parceria com a Sulgás representa para o nosso hospital, estamos atentos às ações sustentáveis e o mais importante, focados em oferecer saúde aos nossos pacientes também pelo conforto proporcionado pelo consumo do gás natural”, declarou a superintendente geral do Hospital Beneficente São Carlos, Janete Toigo.

O HBSC procurou pela mudança nos serviços de fornecimento de gás, ciente da importância da sustentabilidade e da adoção de medidas práticas, seguras e econômicas para a viabilidade do objetivo de continuar contribuindo para a saúde e bem-estar dos pacientes.

A instituição de saúde agradece a Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul pelo investimento realizado.

Conheça os benefícios do gás natural para o HBSC

 Segurança associada à saúde:  por ser distribuído por rede canalizada, não há circulação de pessoas para a realização de reposições, auxiliando na diminuição da disseminação de vírus de qualquer natureza, em ambiente hospitalar. Além disso, o gás natural não é tóxico, em caso de vazamento, não há danos à saúde.

Segurança no fornecimento: por ter fornecimento contínuo, o risco de faltar gás é bem reduzido. As instalações do gás são seguras, construídas ou instaladas a partir de normas existentes e com rígidos controles de segurança. O gás natural é mais leve que o ar, em caso de vazamento, ele sobe e se dissipa rapidamente na atmosfera, reduzindo riscos de acidentes.

Redução de custos operacionais: a queima limpa do gás natural ajuda no aumento da vida útil dos equipamentos. Não há armazenamento, portanto, não há gastos com a limpeza de tanques que seriam utilizados para armazenar combustíveis. Os sistemas e equipamentos que operam a gás natural reduzem os custos com energia e manutenção.  O valor reduz de acordo com o volume consumido – quanto maior o consumo, menor o preço do metro cúbico.

Praticidade: o fornecimento canalizado e contínuo de gás natural elimina a necessidade de centrais de gás, botijões e suas frequentes reposições.

Eficiência energética: com alto rendimento térmico, o gás natural apresenta combustão completa, não gera resíduos nem perda de combustível.





Comentários (0)

Deixe o seu comentário