Outubro traz o rosa da prevenção ao câncer de mama

Outubro traz o rosa da prevenção ao câncer de mama

Outubro traz o rosa da prevenção ao câncer de mama 02Outubro
.

Foto por Pixabay

Em outubro, a luta contra o câncer de mama ganha força com a campanha Outubro Rosa, que incentiva o autoexame e a mamografia, com a finalidade de aumentar as chances de cura, pois conhecendo-se a extensão da doença é possível determinar qual o melhor tratamento.

O movimento internacional foi criado no início da década de 1990, pela Fundação Susan G. Komen for the Cure. O laço ou fita rosa, distribuído em uma corrida de sensibilização do câncer de mama, organizada em 1991, na cidade de Nova Iorque, virou símbolo da campanha mundial.

A data é celebrada anualmente, com o objetivo de compartilhar informações e promover a conscientização sobre a doença; proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade. 

Quanto mais informação, melhor, pois segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), a estimativa é de que para cada ano do triênio 2020/2022, sejam diagnosticados no Brasil 66.280 novos casos de câncer de mama, com um risco estimado de 61,61 casos a cada 100 mil mulheres.

No mundo, o câncer de mama é a causa mais frequente de morte por câncer em mulheres. Não existe somente um fator de risco para a doença, no entanto, a idade acima dos 50 anos é considerado o mais importante.

A Sociedade Brasileira de Mastologia prevê que uma a cada 12 mulheres terá um tumor nas mamas até os 90 anos de idade.

Números alarmantes que podem ser combatidos com a maior arma contra a doença: a prevenção.



Comentários (0)

Deixe o seu comentário